domingo, 19 de novembro de 2017

Encontro dos Saraus reuniu Sarau Suburbano + Sarau das Pretas + Sarau da Brasa e Sarau do Binho no SESC Vila Mariana em São Paulo.




Time pesado do Sarau Suburbano no Encontro dos Saraus



Buzo na missão

***
Fotos: Marilda Borges
***

Ontem (18 de novembro de 2017), aconteceu no SESC Vila Mariana o Encontro dos Saraus que reuniu o Sarau Suburbano (formado ontem por Alessandro Buzo, Cleyton Mendes, Paulo D´Auria, Cissa Lourenço, VOPO, Marilda Borges, Evandro Borges e Mirella Amparo), mais Sarau das Pretas, Sarau da Brasa e Sarau do Binho, 4 tradicionais saraus da cidade de São Paulo, que a principio fariam cada um o seu horário, mas se decidiu fazermos "juntos" e foi sensacional, um super sarau com poesia e música.
Sarau Suburbano agradece o SESC pelo convite e aos três saraus co-irmãos pela parceria.
Sempre bom se reunir e rever vários amigos que a correria do dia a dia não permite as vezes.
Foi um evento lindo.
Alessandro Buzo, escritor
Idealizador e apresentador do Sarau Suburbano



Sarau das Pretas



Paulo D´Auria e Cissa Lourenço



Mirella e Evandro



Buzo, Binho e Serginho Poeta



Buzo e Sonia Bischain



VOPO representando com o Sarau Suburbano






Paulo D´Auria



Cleyton Mendes



Cissa Lourenço







Vagnão da Brasa



Pilar



Buzo e Paulo D´Auria



Débora Garcia



Buzo e Prof. Felipe do VOPO





Thata Alves



Jô Freitas





www.agendabuzo.blogspot.com




www.sarausuburbano.blogspot.com

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Alessandro Buzo ganha o Prêmio Carolina de Jesus na Flup



Dediquei o prêmio a minha esposa e filho, razão de toda luta





E os premiados são.... Alessandro Buzo, Guti Fraga e Geovani Martins.
Ganhou dois dias antes, Paulo Lins e hoje completa o time de 5 premiados, Elisa Lucinda.

***
Fotos: Marilda Borges
***

Ontem (13 de novembro de 2017) na FLUP - Festa Literária das Periferias, na sede da Ong Horizonte no Morro do Vidigal, Rio de Janeiro, recebi o Prêmio Carolina de Jesus, dado a pessoas que tiveram sua vida transformada pela literatura.
O troféu além de lindo, traz o nome e a imagem da mãe da Literatura Marginal, Carolina Maria de Jesus, uma honra.
Agradecer a FLUP, ao Écio Salles e ao Julio Ludemir, pelo carinho e respeito ao meu trabalho.
Foi muita emoção pra mim, que tive um ano difícil, cheio de turbulências e dificuldades, mas que sobrevivi, graças as pessoas que me dão força e motivo pra lutar, minha esposa Marilda Borges e meu filho Evandro, dediquei a eles o prêmio, satisfação ter eles na minha vida e vivendo esse momento junto comigo.
Dedico ainda a minha mãe Luzia Buzo (in memoriam), quando me apresentou a literatura, ela estava salvando a minha vida.
Já recebi algum prêmios, mas pelo momento que vivo, de incertezas, foi sem dúvida um dos momentos mais emocionantes da minha carreira.
A gente não faz literatura pra ganhar prêmio, mas o reconhecimento é muito bom.
Vou guardar esse dia no meu coração.
Os premiados com o Troféu Carolina de Jesus 2017 são: Alessandro Buzo (escritor e cineasta), Paulo Lins (escritor), Guti Fraga (agitador cultural do Nós do Morro), Geovani Martins (escritor) e Elisa Lucinda (escritora e cantora), essa última a única que não recebeu ainda, vai ser hoje, Paulo Lins (livro: Cidade de Deus) recebeu 2 dias antes e ontem foi eu, Guti e Geovani.
Obrigado meu Deus pela disposição de correr atrás, pela saúde e pela minha família.
Renovado pra novas lutas, desafios e conquistas.
Alessandro Buzo
escritor e cineasta

***






Buzo com a amiga Sandrine da produção da Flup



Recebendo o prêmio, na foto com Julio Ludemir e Écio Salles









*******

Abaixo outros dois premiados, Geovani Martins e Guti Fraga.



Geovani Martins



Geovani Martins recebendo o Prêmio



Guti Fraga



Guti Fraga recebendo o Prêmio

sábado, 11 de novembro de 2017

ABERTURA DA FLUP no Morro do Vidigal no Rio de Janeiro. Fui um dos convidados do SARALL dos países que falam língua portuguesa, que dia incrível.





Buzo e Écio Salles



Marilda Borges, Heloísa Buarque de Holanda e Buzo



Buzo na missão


Fotos: Marilda Borges
1o dia, 10 de Novembro de 2017
***
Imagina uma Feira Literária (ou Festa com diz a Flup), no meio de um morro, uma comunidade no Rio de Janeiro. Impossível ? Não pra FLUP.
Quando chegamos na entrada do Vidigal, não tem como não se impressionar com a quantidade de Moto Táxi pra subir, chegando na entrada da Flup, trombo logo de cara o meu irmão Guti Fraga do Nós do Morro, referência cultural do Vidigal. Começou bem.
Dai pra frente encontrei muita gente bacana, talentosa e importante pra nossa cultura, literatura e poesia, nem vou citar nomes, porque me fugiria alguém.
Quero agradecer o Ecio Salles e o Julio Ludemir da organização da FLUP pelo carinho e fortalecimento. Ao Chester e a Sandrine pela atenção.
Prazer e honra me encontrar com a minha madrinha literária Heloísa Buarque de Holanda, minha admiração por ela é do tamanho do universo, ela gosta muito da Marilda Borges (minha esposa) também e se impressionou (como muitos), com meu filho Evandro, que geral aqui no RIO conhece desde quando era pequenino.
Acho que não existe lugar no mundo onde eu sou mais bem recebido que no Rio de Janeiro.
Só a nata da cultura, só manos e manas chapa quente.
O primeiro dia foi sensacional, mais ainda tem muito mais.
TAMO JUNTO FLUP, TAMO JUNTO VIDIGAL.
Alessandro Buzo
escritor



Eu (Buzo), Guti Fraga, jovens do Nós do Morro e meu filho Evandro



Buzo e Guti Fraga, referência do Vidigal (Nós do Morro)





Com a poeta Monique Nix

































Ainda no Aeroporto Santos Dumontt com Roberta Estrela D´Alva



Família Suburbano Convicto voando pro RIO




www.agendabuzo.blogspot.com